Pesquise aqui :

Carregando...

domingo, 6 de setembro de 2009

Origem da música

Origem da música.
A música é um dos principais elementos da nossa cultura. Há indícios de que desde a pré-história já se produzia música, provavelmente como conseqüência da observação dos sons da natureza. É de cerca do ano de 60.000 a.C. o vestígio de uma flauta de osso e de 3.000 a.C. a presença de liras e harpas na Mesopotâmia.

No panteão grego, por exemplo, Apolo é a divindade que rege as artes. Por isso vemos várias representações suas, nas quais ele porta uma lira. Vale lembrar que na Grécia Antiga apenas a música e a poesia eram consideradas manifestações artísticas da maneira como as compreendemos atualmente.



Detalhe de ânfora ática, século 5, acervo Museu do Vaticano












Música é uma palavra de origem grega - vem de musiké téchne, a arte das musas - e se constitui, basicamente, de uma sucessão de sons, entremeados por curtos períodos de silêncio, organizada ao longo de um determinado tempo.

Assim, é uma combinação de elementos sonoros que são percebidos pela audição. Isso inclui variações nas características do som, tais como duração, altura, intensidade e timbre, que podem ocorrer em diferentes ritmos, melodias ou harmonias.

Características dos sons
Em música, a duração de um som está relacionada ao tempo, mas não como ele é medido, por exemplo, em um relógio. A relação entre o tempo de duração das notas musicais e o tempo das pausas cria o ritmo.

Altura é a forma como o ouvido humano percebe a freqüência dos sons. As baixas freqüências são percebidas como sons graves e as mais altas como sons agudos, ou tons graves e tons agudos. Tom é a altura de um som na escala geral dos sons.

Intensidade é a percepção da amplitude da onda sonora. Também é chamada, freqüentemente, de volume ou pressão sonora.

O timbre nos permite distinguir se sons de mesma freqüência foram produzidos por instrumentos diferentes. Por exemplo, quando ouvimos uma nota tocada por um saxofone e, depois, a mesma nota, com a mesma altura, produzida por um trompete, podemos imediatamente identificar os dois sons como tendo a mesma freqüência, mas com características sonoras muito distintas.


Tipos de instrumentos musicais

Instrumentos de sopro: podem ser feitos de madeira, como, por exemplo, a flauta, o clarinete, o saxofone, o fagote e o oboé, embora algumas vezes possuam metal e plástico em sua composição.

Os instrumentos de sopro de madeira se distinguem dos instrumentos de sopro feitos de metal pela forma como o som é produzido: pela vibração do ar em um tubo oco. O ar vibra soprando-se no bocal - no caso da flauta -, ou através de uma palheta simples - no clarinete e no saxofone -, ou de uma palheta dupla - no caso do oboé e do fagote.

Os instrumentos de sopro feitos de metal são produzidos com latão e o som nasce da vibração dos lábios do músico no bocal, o que faz com que o ar vibre dentro do tubo. Nesse grupo encontramos o trompete, o trombone, a corneta, a trompa e a tuba.

Instrumentos de corda: o som é produzido pela vibração de uma ou mais cordas esticadas, através de fricção (violino, violoncelo, contrabaixo) ou de dedilhado (harpa, lira, violão, guitarra).

Instrumentos de teclas: o som é produzido por meio de um teclado que faz vibrações no ar (órgão de tubo) ou em cordas (piano). Uma curiosidade: a parte interna de um piano possui um mecanismo com mais de 6.000 peças - cada tecla aciona um martelo revestido de feltro que bate numa corda de aço, produzindo um som.

Instrumentos de percussão: os sons são produzidos percutindo, sacudindo, raspando ou batendo um elemento contra o outro. São exemplos de instrumentos de percussão: xilofone, vibrafone, gongo (ou tantã), triângulo, címbalo, castanholas, claves, maracas e tambores.
Os tambores consistem em uma pele ou um plástico esticados sobre uma ou duas molduras. Podem ser divididos em três grandes grupos, de acordo com sua forma: fuste estreito (pandeiro), semi-esféricos (timbales) e cilíndricos (conga). Podem ser tocados utilizando-se as mãos, baquetas, escovinhas ou varetas de ferro.

Instrumentos eletrônicos: geram sinais eletrônicos que são amplificados e convertidos em sons. Por exemplo: teclado, sintetizador, bateria eletrônica, sampler etc.

É isso aí galera,
Postei essa matéria porque estava pesquisando a história da música e encontrei várias versões, depois de ler várias selecionei essa ai pra vocês conhecerem o inicio da música mundial.
Lí também que já havia dança entre 20,000 e 40,000 A.C. mostrada em pinturas nas cavernas, e se havia dança tinha que ter música ou pelo menos um ritmo, tempo, gritos, ou seja lá o que for para estimular.


Aquele abrassssssss e té breve...

paz...

Fonte: uol

19 comentários:

Elizabete Mattos disse...

Eu não sabia a origem da música e gostei muito de saber. Abraços

Dani disse...

Ótimo post
É sempre bom aprendermos sobre a origem de tudo.
ABraços

Altemar Rocha disse...

Gostei demais dessa matéria.
Não cohecia os primórdios da música na humanidade.
Um forte abraço.

Anônimo disse...

è muito bom essa materia

itala raiane disse...

foi demais essa materia

Anônimo disse...

Oi! Sou Mag, faço faculdade de hitória, estou no 2º periódo e quero fazer minha monografia relatando a origem da musica, suas diversidades e sua contribuição para o incentivo das crianças na educação. Gostei muito do blog e queria saber se voce pode me ajudar na minha pesquisa? Meu e-mail caso se interesse é magnady@hotmail.com
Parabéns
TCHAU!!!

Anônimo disse...

muiiiitooooooo booom!
adorei amei amiga
dsaiouuaoisduiosaduoidsauoidasuoiasddsauidasuoisaduiosda

Anônimo disse...

gostei muito da matéria.
abraços

Anônimo disse...

Pô meeu me ajudo muuito num trabalho de escola valeew
Deus abençõe

Anônimo disse...

@AugustoSCS | Augusto SCS

Adorei essa materia precisava muito Obrigado!!

thais.100%flamenguista disse...

E bom saber a origem da musica .Musica e arte .Beijos de thais,leticia e tamile

**♥Rafinha♥** disse...

nossa mto perfeita a definição precisava pra faze um TCC do meu curso foi mto últil abraçoo

josy disse...

TRABALHO DE ARTES SOBRE A HISTORIA DA MUSICA,ME AJUDOU MUITO ABRAÇOS!

Anônimo disse...

oooooiiiii gente vcs vam aproveitar mt esse comentario e uma delicia aprender ne!!!!! xauuuuuuuuuu

Jose Ricardo disse...

Está ótimo o artigo. Só tenho um pequeníssimo reparo. Instrumentais de sopro "feitos" de metal. Atenção que a flauta transversal mais comum é feita de metal mas pertence obviamente e como o meu amigo sabe, ao grupo dos sopros madeira. O que os distingue, tal como o amigo disse, é a forma como neles é produzido som e não pelo material de que sao construídos. Isto provoca muitas vezes confusão nos alunos.

Parabéns pelo artigo
Abraço. Jose ricardo

Anônimo disse...

muito booom aprendo beem + assim do qe na aula de artes conserteza hehe enfim onbrigado pela historia da musica bjs bjs bjs xau + uma vez OBRIGADO MSM!!!!....:)

Anônimo disse...

aoreiiiii me ajudou muito na pesquisa q eu estava fazendo pra eskola, forte abraços pra vcs.....

Camila Mendonça Marques disse...

Olá, tbm deixei minha visitinha lucrativa. http://saichule.blogspot.com.br/
Abraço.

Anônimo disse...

Olá Deco, achei o máximo seu blog e este texto sobre a origem da musica, porem estou com um problema, minha filha de 7 anos tem um trabalho de escola onde tem que que apresentar um cartaz com uma explicação da origem da musica, mas como explicar isso tudo na linguagem dos pequeninos? se possível me de uma ajudinha, todas as fontes que achei são muito complexas.